segunda-feira, outubro 25, 2010

Thornton Heath

na prática da arquitectura contemporânea os FAT são, parecem ser, dos poucos, que se dedicam a reflectir sobre as "lições" (o "simbolismo", o "ornamento aplicado", etc.) do(s) Venturi(s)
as "letras" sobre a entrada para esta Library recordam, inevitavelmente, as "letras" na platibanda do Castle Ashby que Venturi "linkou" no seu (deles...) Architecture as Signs and Systems
a "informalidade" do interior (do pouco que nos é mostrado) também remete (o calor das madeiras, etc.) para essa especial qualidade que o (casal...) americano foi buscar (entre outros) a Alvar Aalto
informalidade que se reflecte igualmente na "excepcional diagonal", no (falso) atalho estrutural (shortcut) entre o pilar e a viga do "pórtico" (cómica e deliciosamente absurdo como um daqueles "templos" do Chipperfield em cima de um "cubo de vidro" de Philip Johnson...)
por outro lado, o pormenor do "encaixe" do "apoio" da viga no pilar (do mesmo pórtico de entrada) não pode deixar de a-remeter para os (difíceis...) "encaixes" nos pórticos do Museu Kimbell do Kahn
o alinhamento da alheta com a "espessura" do "L" em LIBRARY é puro gozo (e muita qualidade de desenho...) "pop"
e sem o que seria uma agradável visita, por aqui, por enquanto, me fico

2 Comments:

Blogger joão amaro correia said...

http://porrarquiteto.tumblr.com/post/1270702680/porra-arquiteto-em-qual-das-gavetas-ta-tua

9:28 da tarde  
Blogger AM said...

obg, J.
valeu mesmo :)
e tem mais em:
http://porrarquiteto.tumblr.com/post/1117872908/porra-aires-mateus-porra-portugal-casa
vou já linkar essa porra! :)

11:45 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home