segunda-feira, novembro 26, 2012

post duplo

grande coisa... (só) eu (só) hoje projectei uma escada * com 13 (9+4) degraus inspirada na milenar e ancestral filosofia alentejana - mais "subtil" que aquilo as pessoas em geral e os gajos do norte em particular, etc.
a despp. do mesmo tema (ou não): Paulo Martins Barata escreveu um (autêntico - volta Paulo de Carvalho...) "guia do adeus" (ao qual não falta sequer um elogio - pena aquilo do fri-port... - ao... "Homem"...) que achámos (os dois) espectacular
de cínico
pois ide... ide todos... projectar hospitais (privados), salas de concerto, torres (o diabo!) pró Oriente (e em força) e deixai-me (só) a mais as minhas tamanquinhas (tamanco!) dos meus (e deles...) degraus...
já ontem à noite também tinha gostado muito do elogio do Souto a Cabrita Reis (o cosmopolita, o  dionisíaco...) naquela tanga daquele doc. que (ah quando o Relvas acabar é que vai ser mesmo bom...) que passou pelo canal
2

4 Comments:

Blogger alma said...

Afinal, a arquitectura portuguesa não é um promontório :)))

2:42 da tarde  
Blogger alma said...

Cenas dos próximos episódios:
será que conseguem virar o bico ao prego ?

2:43 da tarde  
Blogger AM said...

próximo episódio já de seguida :)

5:46 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

alma
Afinal, a arquitectura portuguesa é um finisterra. Anda nas bordas do mundo mas disso o Promontório não tem culpa.

JFragoso

2:51 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home